Classificação 2014

Classificação PG J V E D GP GC SG %
Cruzeiro 80 38 24 8 6 67 38 29 70
São Paulo 70 38 20 10 8 59 40 19 61
Internacional 69 38 21 6 11 53 41 12 61
Corinthians 69 38 19 12 7 49 31 18 61
Atlético-MG 62 38 17 11 10 51 38 13 54
Fluminense 61 38 17 10 11 61 42 19 54
Grêmio 61 38 17 10 11 36 24 12 54
Atlético-PR 54 38 15 9 14 43 42 1 47
Santos 53 38 15 8 15 42 35 7 46
10° Flamengo 52 38 14 10 14 46 47 -1 46
11° Sport 52 38 14 10 14 36 46 -10 46
12° Goiás 47 38 13 8 17 38 40 -2 41
13° Figueirense 47 38 13 8 17 37 47 -10 41
14° Coritiba 47 38 12 11 15 42 45 -3 41
15° Chapecoense 43 38 11 10 17 39 44 -5 38
16° Palmeiras 40 38 11 7 20 34 59 -25 35
17° Vitória 38 38 10 8 20 37 54 -17 33
18° Bahia 37 38 9 10 19 31 43 -12 32
19° Botafogo 34 38 9 7 22 31 48 -17 30
20° Criciúma 32 38 7 11 20 28 56 -28 28

Campeonato Brasileiro 2014

37ª RODADA

29/11  Internacional    3×1    Palmeiras                30/11  Santos    2×0    Botafogo/RJ

29/11  Criciúma    2×2    Sport/RE                       30/11  Chapecoense    1×1    Cruzeiro

29/11  Flamengo    4×0    Vitória                   30/11  Atlético/PR    1×0    Goiás

30/11  Fluminense    5×2    Corinthians                30/11  Atlético/MG    1×2    Coritiba

30/11  São Paulo    1×1    Figueirense               30/11  Bahia    1×0    Grêmio

_________________________________________________________________________________

Classificação

Classificação PG J V E D GP GC SG %
Cruzeiro 77 37 23 8 6 65 37 28 69
São Paulo 70 37 20 10 7 59 39 20 63
Internacional 66 37 20 6 11 51 40 11 59
Corinthians 66 37 18 12 7 47 30 17 59
Fluminense 61 37 17 10 10 60 40 20 55
Atlético-MG 61 37 17 10 10 51 38 13 55
Grêmio 60 37 17 9 11 35 23 12 54
Atlético-PR 53 37 15 8 14 42 41 1 48
Flamengo 51 37 14 9 14 45 46 -1 46
10° Santos 50 37 14 8 15 41 35 6 45
11° Sport 49 37 13 10 14 35 46 -11 44
12° Figueirense 47 37 13 8 16 36 45 -9 42
13° Goiás 44 37 12 8 17 34 38 -4 40
14° Coritiba 44 37 11 11 15 39 43 -4 40
15° Chapecoense 43 37 11 10 16 37 40 -3 39
16° Palmeiras 39 37 11 6 20 33 58 -25 35
17° Vitória 38 37 10 8 19 37 53 -16 34
18° Bahia 37 37 9 10 18 29 40 -11 33
19° Botafogo 33 37 9 6 22 31 48 -17 30
20° Criciúma 32 37 7 11 19 27 54 -27 29

Inter supera o Palmeiras no Beira-Rio e vai à Libertadores de 2015

O Internacional carimbou o passaporte para a Libertadores da América de 2015. Com autoridade, o Colorado bateu o Palmeiras por 3 a 1 em um Beira-Rio lotado, neste sábado (29/11), e garantiu sua vaga na competição continental do próximo ano. Na partida, válida pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro, Taiberson, Fabrício e Valdívia marcaram para o time gaúcho, enquanto Renato descontou para os paulistas.

Massa vermelha em peso

A torcida colorada deu um verdadeiro show à parte em um Gigante praticamente lotado. Nada mais nada menos do que 41.148 torcedores se fizeram presentes, fazendo o Beira-Rio rugir para cima do Palmeiras. De quebra, o recorde de público no ano foi batido, fechando com chave de ouro a participação do Estádio, que foi sede da Copa do Mundo, em 2014.

Inter pressiona e acua Palmeiras na defesa

Jogando em casa e com a responsabilidade de demonstrar em campo a superidade e ambição no Campeonato Brasileiro, o Inter começou pressionando desde o pontapé inicial. Acuado, o Palmeiras imediatamente colocou todos seus jogadores atrás da linha central. Aliás, a escalação dos paulistas, com diversos jogadores defensivos na formação, já dava inidícios da intenção de neutralizar as jogadas coloradas.

A primeira tentativa colorada ocorreu logo aos 3 minutos. Taiberson cruzou da direita, a zaga adversária afastou, Alex tentou o chute, mas a bola foi desviada. Pouco depois, Alex arriscou chute de fora da área, mas bola saiu ao lado da meta visitante. O Palmeiras deu o troco aos 13 minutos. Allione fez boa jogada individual e entregou para Marcelo Oliveira, que chutou cruzado ao lado do gol de Alisson.

Redes balançam

O Inter seguia pressionando, porém, o Palmeiras passou a buscar alternativas também. Aos 18, Fabrício foi lançado com perfeição por Aránguiz dentro da área. Mas o lateral finalizou para fora, muito perto da trave. O lance animou o Inter, que passou a pressionar com mais efetividade.

B3pWmELIEAAE3Ig

O gol era questão de tempo. E ele apareceu aos 23min, com uma aposta do técnico Abel Braga. Após escanteio cobrado pela esquerda, a bola sobrou para Alex, que encontrou D’Alessandro. O argentino atraiu dois marcadores e rolou para o garoto Taiberson arriscar o chute. A bola desviou em Marcelo Oliveira e encobriu Fernando Prass: 1 a 0 Inter e Beira-Rio em explosão de alegria.

O jogo ficou propício para o Inter, que continuava com superioridade na posse de bola (64% a 36%) e no domínio das ações. Entretanto, aos 38 min, o Palmeiras chegou ao empate. Victor Luis fez cruzamento pela esquerda para o volante Renato, que cabeceou no canto esquerdo, sem chances para Alisson.

Com a força da torcida, Inter passa a frente

A conversa no vestiário surtiu efeito e o Inter voltou decidido a buscar a vitória. Aos 10min, após cruzamento de D’Alessandro, Taiberson arriscou de fora da área, mas bola saiu por cima da meta adversária. A massa vermelha começou a cantar mais alto e o time imediatamente respondeu dentro de campo. Wellington Silva foi à linha de fundo e cruzou na medida para Fabrício, que subiu mais alto que a defesa palmeirense para colocar o Colorado novamente à frente no placar. O cronômetro marcava 19 minutos do segundo tempo.

Um minuto depois, o Inter quase ampliou. Valdívia, que havia ingressado no lugar de Taiberson, foi lançado por Rafael Moura e chutou com perigo, mas ao lado do gol. O técnico Abel Braga deu ainda mais juventude à equipe e mandou Gustavo Ferrareis a campo. Aos 38min, o placar foi aumentado, e com a marca do Celeiro de Ases. Gustavo recebeu na direita e inverteu a jogada para Valdívia, que aparecia pela esquerda. O garoto ajeitou e mandou um chute venenoso, cheio de efeito, estufando as redes de Fernando Prass: 3 a 1 Inter, placar final.